Home

Ulisses e Penelope

A costa do Mediterrâneo foi desde os primeiros e mais remotos tempos o berço da civilização. Em suas margens se desenvolveram culturas que moldaram a estrutura do mundo como nós o conhecemos hoje. A busca do sentido da vida, a criatividade, a arte, o desenvolvimento da sabedoria e acima de tudo um continuo desenvolvimento do amor pelo ser humano.


Diz a lenda que Penélope era filha de Icarius e de Peribea, parentes de Tíndaro, rei de Esparta; enquanto Ulysses era um nativo de Ítaca onde residiam seus pais Laertes e Anticleia. Ao se conhecerem,Ulysses e Penélope logo se deram bem e em poucos meses uniram suas vidas para sempre. O jovem casal, em seguida, decidiu mudar-se para viver em Ítaca e se estabeleceram nos anexos da casa da família de Ulysses.

Ulysses fez o quarto do casal em uma das laterais da casa e desenvolveu uma ideia que combinava fantasia, romance e inteligência: construir uma cama em um tronco de uma oliveira, sobre a qual edificaria seu eterno amor por Penélope.

Ele escolheu uma das mais antigas oliveiras, com um largo tronco, e a reinstalou em seu quarto. Após acertar e regularizar o solo, rebaixou o centro do tronco dando uma forma retangular, alisando as laterais e adornando-o com filigranas de marfim, ouro e prata.

Sobre este leito arbóreo levantou as paredes e o teto do seu quarto. Era uma cama de casal profundamente enraizada na terra e com fundações que garantiria a manutenção do profundo amor do casal.  E quando adormeceram, exaustos de felicidade e paixão, eles podiam ouvir as folhas da velha oliveira sussurrando sua aprovação.

Figura 1 – Ulysses e Penélope mantiveram sua mútua fidelidade ao longo de suas vidas sob o abrigo e proteção da velha oliveira.

Figura 2 – Penélope espera tecendo a chegada de Ulisses, que sempre parece estar chegando.