Home
É muito comum perguntas relacionadas a cor do Azeite de Oliva. Basicamente, a questão é: AZEITE DE COR VERDE TEM QUALIDADE SUPERIOR AO AZEITE DE COR DOURADA?
 
Sabemos que também comemos com os olhos, e isso afeta nosso julgamento quando vemos por ex. um alimento, imediatamente julgamos sabor, gosto, textura e etc. Essa premissa vale também para o azeite de oliva, especialmente quando vemos através de uma garrafa transparente ou em uma dourada fatia de pão. Essa visão vai torná-lo mais ou menos atraente aos nossos olhos, e nos transmite as primeiras sensações antes de degustá-lo.
 
Isto aplica-se, por exemplo ao, “OLIO NUOVO” , Azeite Não Filtrado, fresco, é o primeiro azeite da safra, é feito com azeitonas mais verdes, que é uma tendência entre os produtores, muito valorizado e procurado pelos consumidores. A cor verde e a turbidez é associada com o suco natural de frutas frescas.
 
A cor verde é devida à maior ou menor quantidade do pigmento clorofila e matéria sólida. E em ambos os casos, estes são compostos orgânicos que se deterioram ao longo do tempo, especialmente na presença de calor e luz. Assim, uma embalagem transparente que realça a aparência do azeite, é totalmente prejudicial para preservar a cor e seus atributos originais.
 
Um azeite verde extraído corretamente, além de ser um pouco mais amargo e picante, tem aromas, sabores e nuances maravilhosos, que normalmente nos fazem lembrar de frutas como banana verde, maçã, tomate, amêndoa, legumes, ervas frescas, alcachofra, e etc. É o atributo positivo frutado, presente nos melhores azeites. Esse atributo tem influência direta na avaliação do azeite nos concursos.
 
Os romanos relacionavam o azeite da cor verde com a mais alta qualidade premium ou o melhor azeite possível. Chamavam-no de oleum ex Albis ulivis, era reservado exclusivamente para cerimônias sagradas, remédios e para a realeza. O azeite extraído de azeitonas verdes resulta num volume menor. Mas, em compensação tem a maior quantidade de polifenóis, antioxidantes naturais do azeite, responsáveis pelo seu toque amargo e picante, o que o torna quase um medicamento.